Operação Sorriso faz mutirão de cirurgias em pacientes com fissura labiopalatina

A Operação Sorriso retorna a Santarém para a realização de mais um mutirão de correção de lábio leporino e fenda palatina a partir do dia 20 de agosto. A missão humanitária deve realizar cerca de 55 cirurgias entre os dias 22 e 25 deste mês. Este ano, para participar da triagem, basta comparecer à seleção no dia 20, na EMEF Fluminense, levando documentos de identificação do paciente e também do responsável (caso o paciente seja menor de idade). Após a triagem, os pacientes selecionados passarão pela cirurgia com os voluntários da Operação Sorriso no Hospital e Maternidade Sagrada Família, a partir do dia 22 de agosto.

Imprimir

Uma das crianças atendidas pela Operação Sorriso agora totalmente recuperada

A Operação Sorriso, maior organização médica voluntária do mundo, retorna a Santarém para a realização de mais um mutirão de correção de lábio leporino e fenda palatina a partir do dia 20 de agosto. A missão humanitária deve realizar cerca de 55 cirurgias entre os dias 22 e 25 deste mês.

Desde o primeiro programa no estado, em 2007, foram realizadas mais de 750 cirurgias, 16 mil consultas e 1063 procedimentos cirúrgicos. Na última missão, em 2017, mais de 60 pessoas foram operadas.

Este ano, para participar da triagem, basta comparecer à seleção no dia 20, na EMEF Fluminense, levando documentos de identificação do paciente e também do responsável (caso o paciente seja menor de idade). Pacientes e mais um familiar que residam fora de Santarém poderão solicitar hospedagem gratuita no dia da seleção. Nesse caso, a Operação Sorriso também oferecerá transporte do local da hospedagem à instituição de saúde, além de alimentação sem custo.

Após a triagem, os pacientes selecionados passarão pela cirurgia com os voluntários da Operação Sorriso no Hospital e Maternidade Sagrada Família, a partir do dia 22 de agosto.

EDUCATIVO Com o objetivo de capacitar profissionais da saúde para reconhecer situações de emergência potencialmente fatais, no dia 18, a Operação Sorriso oferecerá gratuitamente um curso de BLS (Suporte Básico de Vida) para enfermeiros do Hospital e Maternidade Sagrada Família.

“Sempre trabalhamos para deixar um legado nas cidades onde atuamos, para que os profissionais locais possam oferecer tratamento dentro de suas próprias comunidades e compartilhar seus conhecimentos”, explica Fernanda Carbonari, coordenadora de programas da ONG.

Um time de 60 voluntários do Brasil e de outros países participará da missão. Ao longo do programa, José Carlos Coelli, dentista voluntário com mais de 16 anos de experiência no tratamento de pacientes com fissuras labiopalatinas, ministrará treinamentos práticos com estudos de caso para outros profissionais locais.

Localmente, a Operação Sorriso conta com o apoio do Albergue Pe. João Mors, Casa da Criança, Escola Municipal de Ensino Fundamental Fluminense (EMEF), Hospital e Maternidade Sagrada Família, Laboratório Celso Matos, Laboratório Ciesca, Ministério Público do Pará, Secretaria Estadual de Saúde de Pará e Secretaria Municipal de Saúde de Santarém.

 

 

 

Leia também:
O front econômico: Liames & Rasgos
Abaré faz atendimento de saúde na região
Prefeito de Monte Alegre condenado por…
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *