Sojeiros são acusados de ameaçar Comissão de Direitos Humanos da OEA em Santarém

A comitiva foi atacada na comunidade indígena de Açaizal, na região do Planalto Santareno. Na chegada à comunidade, eles teriam insistido em participar da reunião, agendada apenas com lideranças indígenas. Segundo relato da organização do Comitê Brasileiro de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos, os sojeiros fizeram discurso racistas e violentos. E mais: tentaram identificar as placas dos veículos que levaram os participantes da reunião até Açaizal, no que a comitiva interpretou como atitude de intimidação.

Imprimir

Sojeiro que atacou a comitiva da CIDH no planalto santareno

Blog do Jeso

A comitiva da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) que esteve Santarém, oeste do Pará, no último dia 8, afirma que foi seguida até a comunidade indígena do Açaizal, na região do Planalto, por duas caminhonetes que transportavam sojeiros conhecidos na região.

Na chegada à comunidade, eles teriam insistido em participar da reunião, agendada apenas com lideranças indígenas.

Segundo relato da organização do Comitê Brasileiro de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos, os sojeiros fizeram discurso racistas e violentos.

E mais: tentaram identificar as placas dos veículos que levaram os participantes da reunião até Açaizal, no que a comitiva interpretou como atitude de intimidação.

Após a intervenção da polícia, os sojeiros deixaram o local.

CIDH, vinculada à OEA (Organização dos Estados Americanos), é encarregada pela promoção e proteção dos direitos humanos no continente americano.

Veja o vídeo aqui: https://youtu.be/h_eeWPu3nzs

 

 

 

Leia também:
Radiologistas são homenageados em sessão…
Bolsonaro quer entregar a Amazônia
Justiça ordena que a Alcoa não entre mais no…
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *