Bertolini contrata empresa para fazer resgate de rebocador no final de outubro

A empresa Saam Smit Towage Brasil (SST) é quem fará o resgate dos 9 desaparecidos na colisão entre o navio cargueiro Mercosul Santos e um rebocador da Transporte Bertolini no rio Amazonas. O plano de resgate ainda passará por avaliação da Marinha, em Belém. No resgate, a empresa prevê a utilização de uma cábria (uma espécie de guindaste), que pesa cerca de 600 toneladas, e uma estrutura que se assemelha a uma pinça capaz de içar até 1.200 toneladas. Todo o procedimento no rio Amazonas deve ocorrer em um período de 12 dias.

Imprimir

Blog do Jeso

Um guindaste do tipo cábria fará o resgate do rebocador no fundo do rio Amazonas em Óbidos

SANTARÉM –  A empresa Saam Smit Towage Brasil (SST) é quem fará o resgate dos 9 desaparecidos na colisão entre o navio cargueiro Mercosul Santos e um rebocador da Transporte Bertolini no rio Amazonas, município de Óbidos. Também fará o içamento do rebocador que se encontra no fundo do rio desde o dia 2 de agosto passado.

A SST foi contratada pela Bertolini. O prazo final para a escolha da empresa encerraria hoje.

A informação foi confirmada pelo diretor do grupamento fluvial do Pará, delegado Dilermano Dantas, após uma reunião na Capitania Fluvial de Santarém.

O plano de resgate ainda passará por avaliação da Marinha, em Belém.

No resgate, a empresa prevê a utilização de uma cábria (uma espécie de guindaste), que pesa cerca de 600 toneladas, e uma estrutura que se assemelha a uma pinça capaz de içar até 1.200 toneladas.

“Antes disso, o plano é fazer o balizamento com quatro boias, jogar uma rede gigante em cima da embarcação para que no momento que essa cábria segurar essa embarcação e fizer o içamento, a rede vai se fechar embaixo e assegurar que os corpos que possivelmente estejam lá, não saiam”, disse Dilermano.

O diretor da do grupamento fluvial do Pará ressalta que os equipamentos que serão utilizados na operação devem chegar no final de outubro ao local onde o rebocador se encontra.

Todo o procedimento no rio Amazonas deve ocorrer em um período de 12 dias.

Vários estudos foram elaborados na região onde o rebocador se encontra justamente para assegurar que a operação ocorresse sem maiores danos.

QUEM É  A SST Brasil é uma empresa controlada pelos grupos Boskalis da Holanda e Saam do Chile. Ela atua no mercado de fornecimento de uma completa gama de serviços de rebocagem nos principais portos do Brasil, e é resultado de uma bem sucedida joint venture entre a SMIT REBRAS e a TUGBRASIL.

 

 

 

Leia também:
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *