Audiência pública discute problemas do PAE Lago Grande

Na audiência, o MPF pretende ouvir as indagações e demandas das comunidades do PAE Lago Grande, verificar quais são os empecilhos no processo de reforma agrária, e verificar o contexto ambiental na região, registrando inúmeras notícias de possíveis práticas de ilícitos ambientais. O evento começa às 9 horas, no barracão da comunidade Muruí, localizada no PAE. A audiência pública é aberta a toda a sociedade e será presidida pela procuradora da República Luisa Astarita Sangoi.

Imprimir

Na audiência, o MPF pretende ouvir as demandas das comunidades do PAE Lago Grande

Será neste sábado, dia 14, a audiência pública promovida pelo Ministério Público Federal (MPF)  para discussão de questões relacionadas ao Projeto de Assentamento Agroextrativista (PAE) Lago Grande, em Santarém, no oeste do Pará.

O evento começa às 9 horas, no barracão da comunidade Muruí, localizada no PAE. A audiência pública é aberta a toda a sociedade e será presidida pela procuradora da República Luisa Astarita Sangoi.

Na audiência, o MPF pretende ouvir as indagações e demandas das comunidades do PAE Lago Grande, verificar quais são os empecilhos no processo de reforma agrária, e verificar o contexto ambiental na região, registrando inúmeras notícias de possíveis práticas de ilícitos ambientais.

Foram convidados a participar da audiência lideranças das comunidades localizadas no PAE Lago Grande e órgãos governamentais e não governamentais envolvidos com a temática, assim como toda a população interessada, e, em especial, representantes da Defensoria Pública da União (DPU) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

 

 

 

Leia também:
Ufopa convoca alunos em situação de…
Juízes acatam denúncia e sargento PM…
ICMBIO usará drones no combate ao…
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *