Prefeito discute paternidade na Justiça

Marquinho Dolzane, prefeito de Juruti é acusado de ter se relacionado com Ana Magalhães Lopes, sogra de um dos filhos (Isaías Neto) do presidente do PMDB no município, Isaías Batista Filho. Desse relacionamento, nasceu Nayme (hoje com 19 anos), cujo pai seria o atual prefeito jurutiense – o que ele nega. Na quarta-feira (13), o processo retornou ao gabinete da juíza titular da vara, Tarcila Campos, para que a magistrada possa dar um novo norte ao caso.

Imprimir

Marquinho é acusado de ter se relacionado com Ana Magalhães Lopes, e com ter tido uma filha. Ele nega a paternidade.

Blog do Jeso

JURUTI – Voltou a ser movimentado o processo de investigação de paternidade movido contra o prefeito de Juruti, Marquinho Dolzane (PSD), em tramitação há cerca de 2 anos na Vara Única de Juruti.

Marquinho é acusado de ter se relacionado com Ana Magalhães Lopes, sogra de um dos filhos (Isaías Neto) do presidente do PMDB no município, Isaías Batista Filho.

Desse relacionamento, nasceu Nayme (hoje com 19 anos), cujo pai seria o atual prefeito jurutiense – o que ele nega.

Na quarta-feira (13), o processo retornou ao gabinete da juíza titular da vara, Tarcila Campos, para que a magistrada possa dar um novo norte ao caso.

A assessoria de comunicação da Prefeitura de Juruti não atendeu as ligações do blog para falar sobre o assunto.

 

 

Leia também:
100 mil sementes plantadas em N. Progresso
MPF manda retomar aula em escola indígena
Juiz reintegra prefeito Fuzica no cargo
Tributo a Machadinho no Centro Recreativo
Jatene lamenta morte de Eduardo Campos
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *