MP pode ‘melar’ apresentação de dupla sertaneja no Festribal em Juruti

A promotora de justiça Lívia Tripac Miléo Câmara deve enviar ainda hoje ao prefeito ofício no qual solicita informações sobre a origem do dinheiro desembolsado para a apresentação da dupla sertaneja Victor & Léo. Em contato com a mineradora Alcoa, o jornalista Jeso Carneiro obteve a informação que a empresa não repassou à prefeitura nenhum recurso para patrocínio do show da festa dos visitantes. O prefeito Marquinho Dolzane (PSD), apesar do salário de junho dos servidores municipais em atraso, resolveu contratar por R$ 300 mil a dupla sertaneja Victor & Léo, para o show de abertura da festa das tribos neste mês. A contratação tem sido duramente criticada nas redes sociais.

Imprimir

 

O cachê da dupla Vitor & Léo no valor de R$ 300 mil virou polêmica nas redes sociais

Blog do Jeso

JURUTI – O Ministério Público do Pará (MP/PA) em Juruti entrou no caso do show de R$ 300 mil, denunciado pelo Blog do Jeso, que o prefeito de Juruti, Marquinho Dolzane (PSD), contratou para a festa de abertura do Festival das Tribos no próximo dia 28.

A promotora de justiça Lívia Tripac Miléo Câmara deve enviar ainda hoje ao prefeito ofício no qual solicita informações sobre a origem do dinheiro desembolsado para a apresentação da dupla sertaneja Victor & Léo.

Em contato com a mineradora Alcoa, o jornalista Jeso Carneiro obteve a informação que a empresa não repassou à prefeitura nenhum recurso para patrocínio do show da festa dos visitantes.

REGIONAIS Diferente da Prefeitura de Juruti. A MRN (Mineração Rio do Norte) resolveu investir neste ano em atrações regionais para os shows da festa de aniversário (37 anos) de operação ininterrupta em extração de bauxita em Porto Trombetas (Oriximiná), a ser celebrado dia 13 de agosto.

Entre as atrações estão o cantor brega-pop Wanderley Andrade, o Trio Manari, o grupo de dança Sabor Marajoara e o cantor santareno Alexandre Escher. O show mais caro será o da cantora gospel Mylla Karvalho, ex-vocalista da Companhia do Calypso.

O valor de mercado dessa atração gira em torno de R$ 15 mil. A estimativa é que a MRN deve gastar em torno de R$ 50 mil com todos os shows.

O prefeito Marquinho Dolzane (PSD), apesar do salário de junho dos servidores municipais em atraso, resolveu contratar por R$ 300 mil a dupla sertaneja Victor & Léo, para o show de abertura da festa das tribos neste mês. A contratação tem sido duramente criticada nas redes sociais.

Juruti perdeu cerca de R$ 700 mil em repasse de FPM (Fundo de Participação dos Municípios) entre maio (R$ 1,739 milhão) e junho (R$ 1 milhão) – o mais baixo repasse do ano do fundo.

Os repasses do Fundeb e dos royalties da exploração da bauxita também caíram.

SEM INTERESSE O empresário que vendeu o show da dupla Victor & Léo para o prefeito de Juruti, Marquinho Dolzane (PSD), pela bagatela de R$ 300 mil, tentou emplacar uma apresentação também dos sertanejos em Santarém no dia seguinte, dia 29 de julho. Não encontrou interessados.

Chegou a baixar a oferta de R$ 250 para R$ 200 mil, ainda assim nenhum empresário do ramo fisgou a isca.  A profunda crise econômica do país falou mais alto, e afugentou os futuros endividados.

Segundo o site UOL, o cachê da dupla, por conta da recessão, caiu de R$ 280 mil para R$ 110 mil. Victor & Léo fazem show em Juruti no próximo dia 28, na festa dos visitantes do anual festival das tribos. Vão receber R$ 300 mil. (Com informações do Blog do Jeso)

 

 

 

 

Leia também:
Polícia Civil do Pará oferta 650 vagas…
Oriximiná ganha agroindustria de polpas
MP discute TAC sobre espaços públicos
TRE cassa o deputado Wladimir Costa
Santarém de luto com mortes de ex-vereador…
Governo do Pará expõe à diretoria da Aneel…
Governo vai estudar regionalização de…
MP’s recomendam regularizar exploração…
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *