Governador inaugura obras no oeste do Pará

O governador Simão Jatene (PSDB) inaugura no próximo sábado, dia 26, às 10h30, a ponte sobre o rio Curuá, em Alenquer. Também no sábado, 26, serão inauguradas pelo governador do Estado e pela Rede Celpa, as mais novas subestações localizadas nos municípios de Óbidos e Oriximiná que interliga as duas cidades ao Sistema Interligado Nacional (SIN), que antes eram atendidas por meio de sistemas isolados, com energia elétrica proveniente de usinas termelétricas. Jatene assina ordem de serviço para conclusão da pavimentação da PA 255 que liga Monte Alegre ao porto de Santana do Tapará.

Imprimir

A estrutura tem 370 metros de extensão e aproximadamente nove metros de largura, permitindo a integração de Alenquer com outros municípios da região

ALENQUER – O governador Simão Jatene (PSDB) inaugura no próximo sábado, dia 26, às 10h30, a ponte sobre o rio Curuá, localizada na rodovia PA-254, neste município de Alenquer, no oeste do Estado.

Com investimento de R$ 13,7 milhões a estrutura tem 370 metros de extensão e aproximadamente nove metros de largura, permitindo a integração de Alenquer com outros municípios da região, de Prainha até Oriximiná, além de viabilizar o escoamento da produção agrícola e extrativista dos municípios que integram a Calha Norte.

O governador e sua comitiva estarão presentes na cerimônia ao lado de prefeitos da região e secretários de Estado.

A estrutura conta com pavimentação, sinalização horizontal, vertical, pontos refletivos, passeio lateral para ciclistas e pedestres. Toda a ponte foi asfaltada, assim como os dois acessos de 100 metros de pavimentação de cada lado.

Jatene: compromissos assumidos e agora cumpridos

LOTES  pavimentação da PA-255 foi dividida em dois lotes. De acordo com a Secretaria de Estado de Transportes (Setran), o primeiro deles deve ser entregue em novembro e o segundo até o final do ano.

O primeiro vai de Monte Alegre até a vila do Mururu, e corresponde a 41 km. O segundo lote inicia na Vila do Mururu e segue até o porto de Santana do Tapará, em .

Já na PA-254, a Setran tem trabalhado com a terraplanagem para melhorar as condições da estrada de terra, que se prolonga até o município de Oriximiná.

ENERGIA Também no sábado, 26, serão inauguradas pelo governo do Estado e pela Rede Celpa, as mais novas subestações localizadas nos municípios de Óbidos e Oriximiná, no Oeste do Estado.

Com as obras finalizadas, as duas cidades estão integradas ao Sistema Interligado Nacional (SIN), o que simboliza um marco histórico para as localidades, que antes eram atendidas por meio de sistemas isolados, com energia elétrica proveniente de usinas termelétricas.

No total, o investimento da Celpa nos dois municípios ultrapassa R$ 40 milhões. Além das subestações, a série de melhorias também contemplou a construção de mais de 80 quilômetros de linhas de transmissão para conectar as cidades ao sistema.

Cerca de 9.700 famílias em Oriximiná e em torno de 10.200 famílias em Óbidos são beneficiadas com a nova aquisição, o que pode significar mais de 80 mil pessoas usufruindo de energia de qualidade.

Entre as dificuldades enfrentadas pelas duas cidades por conta do tipo de suprimento, estavam os riscos ambientais com o manuseio e queima de aproximadamente 25 milhões de litros de óleo por ano, o que ocasionava grande emissão de CO2, e também a restrição à liberação plena do mercado consumidor de energia.

Esses dois itens impactavam de forma negativa no potencial econômico e, consequentemente, no desenvolvimento local.

A interligação dos municípios de Oriximiná e Óbidos é apenas uma etapa do projeto da Celpa denominado “Calha Norte”, que deve viabilizar também, nos próximos anos, a interligação de mais seis municípios: Alenquer, Monte Alegre, Terra Santa, Faro, Curuá e Prainha.

A expectativa é de que sejam construídas de quatro a seis novas subestações para melhorar ainda mais o atendimento na região.

As subestações são responsáveis pela transformação de energia, que é gerada nas usinas, levadas pelas linhas de transmissão e transformadas nas subestações. Após esse processo, é feita a distribuição de energia para que seja entregue ao cliente da Celpa. (Com informações da Secom)

 

 

 

Leia também:
ALAS faz sessão de saudade para…
Sebrae promove conhecimento empresarial
Assessores de comunicação das universidades…
E se Aécio fosse presidente? Por Paulo Nogueira
Comissão da Alepa sobre ensino de 2° grau…
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *