3ª ação contra Maia chega à fase final no STF

Em despacho lavrado no início deste mês (dia 6), o ministro Ayres Britto, do STF (Supremo Tribunal Federal), deu prazo de 15 dias para que acusação e defesa apresentem as alegações finais nos autos da ação penal número 518, que tem como um dos réus o ex-prefeito e deputado federal santareno Lira Maia (DEM). É a 3ª ação penal, de um total de quatro que tramitam contra o parlamentar no Supremo, que chega a essa fase final

Imprimir

Em despacho lavrado no início deste mês (dia 6), o ministro Ayres Britto, do STF (Supremo Tribunal Federal), deu prazo de 15 dias para que acusação e defesa apresentem as alegações finais nos autos da ação penal número 518, que tem como um dos réus o ex-prefeito e deputado federal santareno Lira Maia (DEM). É a 3ª ação penal, de um total de quatro que tramitam contra o parlamentar no Supremo, que chega a essa fase final. Lira Maia é potencial candidato à Prefeitura de Santarém no pleito eleitoral deste ano. Com 14 volumes e 1.849 folhas, a ação penal 518 tem ao todo sete réus, todos acusados por suposto crime de responsabilidade, cometido quando Lira Maia exerceu o mandato de prefeito de Santarém (1997-2004). As outras ações penais que já passaram por essa fase, e aguardam apenas o voto do relator são: AP 484 e AP 517. Os réus da ação penal 518 são: Joaquim de Lira Maia, Dean Crys Vieira Matos, Francisco de Araújo Lira, Jerônimo Ferreira Pinto, Maria Helena Polatto da Silva, Paulo Gilson Vieira Matos e Valdir Matias Azevedo Marques

Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *