Santarém vai sediar reunião dos chefes de Polícia Civil do Brasil

No evento, os chefes irão tratar dos trabalhos desempenhados pelas Polícias Judiciárias nos Estados com objetivo de fazer nivelamento dos gestores com informações sobre Políticas Públicas voltadas para a área da segurança. O Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil (CONCPC) é uma entidade formada pelos dirigentes de Polícia Civil dos 26 Estados e do Distrito Federal. No ano passado, a reunião foi realizada em Gramado, no Rio Grande do Sul.

Imprimir

Delegado Rilmar Firmino, vice presidente do Conselho Regional Norte

SANTARÉM – Pela primeira vez, uma cidade da Amazônia vai sediar um encontro de chefes de Polícia Civil de todo Brasil. A reunião ordinária do Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC) será realizada, entre os dias 8 e 10 deste mês, nesta cidade do oeste do estado.

A reunião deverá contar com as presenças de chefes de Polícia Civil de 27 estados brasileiros mais o Distrito Federal, e ainda do secretário nacional de Segurança Pública, Carlos Alberto dos Santos Cruz. O delegado geral da Polícia Civil do Pará e vice-presidente do Conselho na Regional Norte, delegado Rilmar Firmino, explica que, entre as pautas do encontro estão as boas práticas das Polícias Civis Judiciárias brasileiras.

No evento, os chefes irão tratar dos trabalhos desempenhados pelas Polícias Judiciárias nos Estados com objetivo de fazer nivelamento dos gestores com informações sobre Políticas Públicas voltadas para a área da segurança. O Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil (CONCPC) é uma entidade formada pelos dirigentes de Polícia Civil dos 26 Estados e do Distrito Federal. No ano passado, a reunião foi realizada em Gramado, no Rio Grande do Sul.

Na ocasião, foi entregue formalmente ao então ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, um documento chamado Carta de Gramado, com diversas propostas da entidade, como a adoção dos Núcleos Especiais Criminais – NECRIM enquanto política permanente de segurança pública, nos termos do Decreto nº 61,974/2016, de são Paulo; o apoio à aprovação da Lei Geral da Polícia Civil (PL 1949/07); o apoio à criação do Conselho Nacional de Polícia Judiciária; o apoio à aprovação do PLC 07/2016 no Senado, que dispõe sobre o direito da vítima de violência doméstica de ter atendimento policial e pericial especializado; a integração do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil – CONCPC à estrutura orgânica do Ministério da Justiça e Cidadania, e criação, no âmbito do Ministério da Justiça e Cidadania, do Departamento Nacional de Polícia Judiciária, órgão de coordenação e formulação de políticas públicas voltadas às atividades de Polícia Judiciária. (Secom)

 

 

 

Leia também:
Servidores do Ibama são presos sob suspeita…
Projeto de piscicultura garante renda de…
Gestão fiscal reúne prefeitos em Santarém
Rodovia que liga Santarém à Alter do Chão…
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *