Resgatados todos os nove corpos desaparecidos no empurrador da Bertolini

Foram resgatados ontem, dia 6, mais quatro corpos à bordo do empurrador da Bertolini que naufragou no rio Amazonas. Os nove corpos resgatados dentro da embarcação, nos dois dias de operação das equipes de buscas, serão transportados a Santarém para serem submetidos a exame de DNA no IML/CPC. O empurrador afundou no rio Amazonas depois de se chocar com o navio cargueiro Mercosul Santos, próximo à Costa do Paru, município de Óbidos, na manhã do dia 2 de agosto deste ano.

Imprimir

Todos os corpos dos desaparecidos foram encontrados dentro do empurrador.

ÓBIDOS -  Foram resgatados ontem, dia 6, mais quatro corpos à bordo do empurrador da Bertolini que naufragou no rio Amazonas, neste município, em agosto deste ano. Os nove corpos resgatados dentro da embarcação, nos dois dias de operação das equipes de buscas, serão transportados a Santarém para serem submetidos a exame de DNA no IML/CPC.

Todos os corpos estavam semi-esqueletizados, o que dificultou a identificação imediata. Apenas com perícia mais apurada, a ser feita em Santarém, é que os corpos poderão ser identificados oficialmente.

A previsão é de que os nove corpos cheguem em Santarém ainda na manhã desta quinta-feira, 7. Peritos do CPC continuam o trabalho para agilizar a liberação dos corpos aos familiares. Os corpos das vítimas, em estágios de esqueletização, estão sendo acondicionados em sacos cadavéricos e colocados sob uma barraca da Defesa Civil, instalada na balsa. Dos quatro corpos localizados hoje, um foi pela manhã e três no período da tarde. Todos estavam no convés principal, sendo que grande parte teria sido surpreendida nos camarotes.

Os trabalhos de içamento do empurrador Bertolini CXX, que começaram na semana passada pela empresa Smit Salvage BV, do Grupo Boskalis, da Holand.

O empurrador afundou no rio Amazonas depois de se chocar com o navio cargueiro Mercosul Santos, próximo à Costa do Paru, município de Óbidos, na manhã do dia 2 de agosto deste ano.

Nove pessoas estavam a bordo do Bertolini CXX no momento do acidente. Concluído o resgate dos corpos, a embarcação naufragada deverá ser transportada de balsa para Santarém, para ajudar na conclusão do inquérito que apura as causas do acidente.

INQUÉRITO Mais de 20 pessoas (algumas mais de uma vez) já foram ouvidas pela Polícia Civil no inquérito que apura as causas do acidente. O prático e o encarregado, ambos da empresa Mercosul, que estavam operando o navio no dia do acidente, foram indiciados. A principal linha de investigação é de que tenha havido negligência dos operadores do navio e da embarcação.

Para detalhar o resultado da operação e as próximas etapas do trabalho pericial dos nove corpos e da embarcação, representantes das forças de segurança envolvidas na operação, estarão falando, em Santarém, com a imprensa durante coletiva. Horário e local ainda estão sendo definidos. (Secom/Redação)

 

 

 

Leia também:
Encontrados os primeiros cinco corpos dentro…
Alcoa doa terrenos para campus da Ufopa
Rebocador da Bertolini é içado e começa…
Preso, Reginaldo Campos renuncia mandato de…
Isenção trilionária é a cereja do bolo da
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *