Presos acusados de matar adolescente a pauladas

SANTARÉM – Uma equipe de policiais civis da 16ª Seccional Urbana de Santarém, sob o comando do chefe de operações Hélio Rego Pereira, prendeu na quinta, dia 22, por volta das 6 horas, os cidadãos Elvis Junhio da Silva, 19 anos, e Alexsandro Silva de Oliveira, vulgo ‘Tio Chico’, 19 anos, acusados de matar, à pauladas, o adolescente N. J. P. S., de 17 anos, dentro de uma embarcação em construção ancorada próximo do porto da vila Arigó, no bairro Santana.

Imprimir

Uma equipe de policiais civis da 16ª Seccional Urbana de Santarém, sob o comando do chefe de operações Hélio Rego Pereira, prendeu na quinta, dia 22, por volta das 6 horas, os cidadãos Elvis Junhio da Silva, 19 anos, e Alexsandro Silva de Oliveira, vulgo ’Tio Chico’, 19 anos, acusados de matar, à pauladas, o adolescente N. J. P. S., de 17 anos, dentro de uma embarcação em construção ancorada próximo do porto da vila Arigó, no bairro Santana.
Elvis e ‘Tio Chico’ saíram em liberdade condicional da Penitenciária de Cucurunã no último dia 17, onde cumpriam pena por roubo. Naquele mesmo dia foram para a vila de Alter do Chão, onde passaram a ingerir bebida alcoólica. No dia seguinte, encontraram a vítima que portava uma garrafa de cachaça e foram convidados a beberem juntos. Já embriagados, a vítima teria dado um tapa numa moça que acabara de conhecer, quando teve um desentendimento com Elvis, e ambos trocaram ameaças de morte e se separaram.
Na noite daquele mesmo dia, Elvis e ’Tio Chico’ retornaram para Santarém e foram para a casa de uma amiga no bairro Santo André, onde continuaram a ingerir bebida alcoólica. Na manhã do dia 19, segunda-feira, os dois seguiram para o bairro Uruará e continuaram a beber cachaça em um bar. Por volta das 12 horas a vítima chegou no bar e convidou Elvis e ‘Tio Chico’ para beberem em um campo de futebol próximo dali, onde ficaram até por volta das 17 horas, quando ‘Tio Chico’ foi para a casa de uma tia, continuando no local Elvis e a vítima até por volta das 19:00 horas, quando, à convite da vítima, foram para um bar na vila Arigó. Por volta das 21 horas chegava no local ‘Tio Chico’ e continuaram a beber, quando mais tarde, os três decidiram ir para uma embarcação em construção ancorada próximo daquele local, onde a vítima dormia, e continuaram a ingerir bebida alcoólica.
Em determinado momento, a vítima foi para a proa do barco e os dois acusados ficaram na parte da popa para dormirem, quando, sem motivo, planejaram matar a vítima, tendo ‘Tio Chico’ incentivado para a prática do crime.
Quando a vítima já estava deitada na rede, Elvis pegou uma pernamanca e desferiu cinco pauladas na cabeça da vítima, que ficou agonizando. Naquele momento ’Tio Chico’ teria dito que era para Elvis terminar logo de matar a vítima, pois, caso ficasse viva, ainda ia ’caguetar’ os dois, tendo Elvis pegado novamente a pernamanca e desferido treze pauladas na vítima, que a levou até à morte. Elvis ainda teria tentado usa-la sexualmente, mas teria sido impedido por ’Tio Chico’
Após o crime, os dois acusados fugiram para o bairro Santo André, onde ficaram escondidos às margens de um igarapé até o dia seguinte, quando ‘Tio Chico’ foi para a casa de uma tia, no bairro esperança, enquanto que Elvisfoi para a casa de um amigo, no bairro Maicá, onde foram presos.

PRISÃO Desde o conhecimento do crime, na manhã do dia 20, investigadores da Polícia Civil conseguiram identificar os acusados e saíram em diligência para prendê-los, o que aconteceu somente nesta manhã.
Levados para a 16ª Seccional, Elvis e ’Tio Chico’ foram autuados em flagrante pelo Delegado Luiz Paixão, e depois foram transferidos, de retorno, para o Centro de Recuperação Agrícola ’Silvio Hall de Moura’, a’Penitenciária de Cucurunã’. Os dois confessaram, friamente, a prática do crime, inclusive, com riqueza de detalhes. (Blog do Hitamar)

Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *