Perfuga deflagra operação ‘Carros fantasmas’

Oito equipes da Polícia Civil do Pará estão nas ruas. O mandado de prisão preventiva é contra o empresário Paulo Ozório Marinho de Oliveira, as prisões temporárias são contra Ruth Chanini Cardoso de Oliveira, Lidiani Chanini Cardoso de Oliveira e Maria da Saúde Figueira Gomes. Foi ainda expedido mandado de busca em apreensão na locadora de veículos Billcar (Auto Locadora P.J.R. Oliveira), na avenida Mendonça Furtado e que tem como um dos sócios o empresário Paulo Osório Marinho de Oliveira e seus familiares.

Imprimir

Ruth, Lidiane e Paulo Oliveira tiveram mandados de prisão expedidos pela Justiça

Deflagrada na manhã de hoje, 26, mais uma fase da operação Perfuga, a 9ª – a primeira foi às ruas em agosto do ano passado.

Oito equipes da Polícia Civil do Pará, com apoio do Ministério Público estadual, estão nas ruas em Santarém desde as primeiras horas da manhã, para cumprimento de mandados judiciais.

A nova operação foi batizada de “Carros Fantasmas”.

A Justiça expediu 1 mandado de prisão preventiva (sem prazo para terminar) e 3 mandados de prisão temporária (de até 5 dias), além 9 mandados de busca e apreensão em órgãos públicos, empresas e residências.

O mandado de prisão preventiva é contra o empresário Paulo Ozório Marinho de Oliveira, as prisões temporárias são contra Ruth Chanini Cardoso de Oliveira, Lidiani Chanini Cardoso de Oliveira e Maria da Saúde Figueira Gomes.

Foi ainda expedido mandado de busca em apreensão na locadora de veículos Billcar (Auto Locadora P.J.R. Oliveira), na avenida Mendonça Furtado e que tem como um dos sócios o empresário Paulo Osório Marinho de Oliveira e seus familiares.

Policiais civis fazem busca e apreensão na sede da Locadora Billcar

Paulo Oliveira chegou a entrar com pedido de habeas corpus preventivo no TJ (Tribunal de Justiça) do Pará, mês passado, para não ser preso.

Paulo Oliveira participou, e ganhou, de várias licitações da Câmara de Vereadores de Santarém na gestão do ex-presidente Reginaldo Campos (2015-2016), apontado como o chefão da Perfuga e que está preso desde a 1ª fase da operação.

MODUS OPERANDI Segundo a polícia, as investigações apontam para “um quadro de corrupção sistêmica” no qual empresas ligadas “a um empresário e seus familiares” eram beneficiadas em licitações fraudadas e superfaturadas.

A Câmara de Vereadores pagava as diárias dos veículos alugados, sem que a locadora tivesse realmente prestado o serviço.

O prédio da Câmara, por sinal, foi mais uma vez alvo de busca e apreensão de documentos na manhã de hoje.

QUEM É QUEM:

Paulo Ozório Marinho de Oliveira: Empresário do ramo de locação de veículos, um dos sócios da Locadora Billcar (Auto Locadora P.J.R. Oliveira)

Ruth Chanini Cardoso de Oliveira: Esposa de Paulo Ozório e sócia na empresa.

Lidiani Chanini Cardoso de Oliveira: Filha de Paulo Ozório e sócia da empresa.

Maria da Saúde Figueira Gomes: Funcionária pública da Câmara Municipal, que trabalha na área financeira.

BATIZADO O nome “Carros Fantasmas” é alusão aos supostos pagamentos de diárias para veículos que nunca teriam sido utilizados pela Câmara de Vereadores na gestão de Reginaldo Campos. (Com informações do Blog do Jeso e Polícia Civil do Pará)

 

 

 

 

 

Leia também:
João Piloto denunciado por desvios e…
Pesquisa encontra bactéria com potencial para…
Licitação milionária da nova orla de Juruti é…
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *