Pena maior para crime por dirigir embriagado

O plenário da Câmara aprovou, na quarta, dia 23, o projeto de lei que aumenta a pena para o motorista que, dirigindo sob efeito de álcool ou drogas, cometer homicídio culposo. Pelo projeto, a pena de dois a quatro anos de prisão passa para quatro a oito anos. De acordo com o texto, no caso da ocorrência de lesão corporal grave ou gravíssima, a pena será de reclusão de dois a cinco anos. A matéria vai agora para a apreciação do Senado

Imprimir

O projeto de lei aumenta a pena para o motorista que, dirigindo sob efeito de álcool ou drogas, cometer homicídio culposo.

BRASÍLIA – O plenário da Câmara aprovou,  na quarta, dia 23, o projeto de lei que aumenta a pena para o motorista que, dirigindo sob efeito de álcool ou drogas, cometer homicídio culposo.

Pelo projeto, a pena de dois a quatro anos de prisão passa para quatro a oito anos.

De acordo com o texto, no caso da ocorrência de lesão corporal grave ou gravíssima, a pena será de reclusão de dois a cinco anos.

Além da definição de racha como disputa, corrida ou competição não autorizada, o projeto inclui no conceito exibição ou demonstração de perícia no veículo automotor sem autorização.

De autoria da deputada Gorete Pereira (PR-CE), a matéria vai agora para a apreciação do Senado. (EBC)

 

 

 

Leia também:
Professores pedem mais concursos e qualificação…
Trabalho dos parabotânicos garante pesquisas…
Conselho do Sebrae se reúne em Santarém
Helenilson deixa cargo de secretário da Seduc
Governado inaugura obras no oeste do Pará
ALAS faz sessão de saudade para…
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *