Fraude milionária na compra de combustível na Prefeitura de Terra Santa

A Prefeitura de Terra Santa comprou combustível, em loja de peças para motos no Amazonas. A empresa Atração Motos não tem filial no município paraense e sua sede fica em Manaus, onde vende peças e acessórios para motocicletas. A Atração Comércio de Motos Ltda, conforme a denúncia, faturou quase R$ 11 milhões em venda de combustível para a Prefeitura de Terra Santa – computados apenas o período de dezembro de 2012 a novembro de 2014. O prefeito Marcílio Picanço é o principal suspeito de ter praticado as fraudes.

Imprimir

Marcílio acusado de fraudes na compra de combustível, junto com Heldimar, o dono da Atração

SANTARÉM - Um suposto esquema milionário de desvio de recursos públicos em Terra Santa, no oeste do Pará, denunciado a órgãos de fiscalização, começa a ganhar domínio público a partir do vazamento dessas denúncias.

As denúncias já foram entregues à Polícia Federal, TCM (Tribunal de Contas dos Municípios), MP (Ministério Público) do Pará, CGU (Controladoria Geral da União), entre outros órgãos de fiscalização.

Os documentos acostados nas denúncias mostram que somente as licitações fraudadas de compra de combustível teriam movimentado, em apenas 2 anos, aproximadamente 40,2 milhões de reais.

Uma empresa com sede em Manaus, no Amazonas, e cuja atividade comercial é venda de peças e acessórios de motocicletas seria uma das principais beneficiadas pelo esquema criminoso.

A Atração Comércio de Motos Ltda, conforme a denúncia, faturou quase R$ 11 milhões em venda de combustível para a Prefeitura de Terra Santa – computados apenas o período de dezembro de 2012 a novembro de 2014.

Um edital publicado no Jornal de Santarém, em maio de 2014, revela que a Atração Motos aparece como vencedora de uma licitação de combustível promovida pelo Fundo Municipal de Assistência Social de Terra Santa.

À época, a ordenadora de despesas do fundo era Jaciara Picanço, esposa do prefeito Marcílio Picanço.

Segundo apurou o jornalista Jeso Carneiro (Blog do Jeso) a Atração Motos, de propriedade de Heldimar e Nayara Coelho dos Santos, não tem filial em Terra Santa. Ela foi criada, conforme o site da Receita Federal, em 2009.

O ano de 2009, coincidentemente, é o ano em que o prefeito Marcílio Picanço iniciou o seu primeiro mandato. Ele foi reeleito em 2012.

Outro fato que chama atenção na empresa Atração Motos é que ela não tem autorização da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível) para vender combustível.

Para participar de licitação de combustível, a empresa teria que ter registro junto à ANP e ter posto autorizado no município de Terra Santa.

OUTRO LADO Foram infrutíferas as tentativas de contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Terra Santa, através do assessor Nildo Marques, ele negou trabalhar no setor.

Foi ainda tentado contato com a chefe de gabinete do prefeito, Rosângela Monteiro Brasil. Mas ela não atendeu as ligações. (Publicado no Blog do Jeso)

 

 

 

 

Leia também:
A menina que trabalhava em pedreiras, virou…
Santarém e Alter do Chão se preparam para…
Celpa inaugura novas subestações em Medicilândia…
Justiça bloqueia R$ 2,8 milhões de madeireiros…
Projeto financiará interessados em…
Ideflor discute proposta de conservação…
Portal orienta regularização de propriedades…
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *