Projeto da Alcoa neutraliza carbono em Juruti

A iniciativa integra as estratégias de sustentabilidade da empresa que neutralizará a emissão de gás carbônico gerada pela locomotiva que transporta o minério da área de beneficiamento para o porto, num trajeto de cerca de 55 quilômetros. O projeto, chamado “Locomotiva Verde”, será implementado em seis hectares em áreas da comunidade, que, no futuro, poderá desfrutar de novas áreas arborizadas e enriquecidas com espécies florestais nativas.

Imprimir

A iniciativa integra as estratégias de sustentabilidade da empresa que neutralizará a emissão de gás carbônico.

A Alcoa iniciou o plantio de 10 mil mudas na Comunidade Galileia, região de Juruti Velho, no município de Juruti, onde a empresa mantém operação de mineração de bauxita.

A iniciativa integra as estratégias de sustentabilidade da empresa que neutralizará a emissão de gás carbônico gerada pela locomotiva que transporta o minério da área de beneficiamento para o porto, num trajeto de cerca de 55 quilômetros.

O projeto, chamado “Locomotiva Verde”, será implementado em seis hectares em áreas da comunidade, que, no futuro, poderá desfrutar de novas áreas arborizadas e enriquecidas com espécies florestais nativas.

A vice-presidente de Sustentabilidade da Alcoa, Rosa Garcia Piñeiro, esteve pessoalmente na comunidade para participar do início dos plantios junto com funcionários voluntários e a comunidade.

Rosa também é presidente da Alcoa Foundation, que é parceira do “Locomotiva Verde” juntamente com a organização não-governamental American Forest como parte do programa “Global ReLeaf”.

Alcoa Foundation e American Forest, juntas desenvolvem uma parceria que estimula o plantio de milhares de árvores em todo o planeta. A parceria investiu mais de R$ 37,4 mil para implementar o projeto em Juruti.

“O plantio que iniciamos em Juruti é de um valor imensurável, pois representa nossa sensibilidade e consciência sobre a importância de conservarmos nossas florestas pelo equilíbrio climático e a própria qualidade de vida da comunidade global.

A exemplo da unidade da Alcoa em Juruti, nossa proposta é cada vez mais neutralizar as emissões de carbono de nossas operações, tornando-as cada vez mais sustentáveis”, declara Rosa Garcia Piñeiro.

Em Juruti, o plantio de mudas na Comunidade Galileia conta com a assistência técnica do Instituto Vitória Régia e o acompanhamento das equipes de Meio Ambiente, Relações Comunitárias e Operação Ferroviária.

 

 

 

Leia também:
Especialista conclui que riqueza da floresta…
TCM encontra irregularidades na licitação…
Ideflor-Bio relança edital de concessão…
Brasil Mineral elege MRN a empresa do ano
Municípios terão viveiros com 300 mil mudas
Febre amarela mata macaco em Rurópolis
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *