Homenagem ao radialista Ivaldo Fonseca da Rádio Rural de Santarém

Ele só é o melhor narrador esportivo do oeste do Pará, porque nunca saiu daqui para outros cantos do Brasil. Porque, com o seu talento, ele daria show em qualquer lugar do país. Uma vez me perguntaram: Raimundo Gonçalves, Ivaldo Fonseca é o nosso Galvão Bueno? Deixei a modéstia de lado e respondi: Não, o Galvão tem um pouco do nosso Ivaldo Fonseca.

Imprimir

Ele só é o melhor narrador esportivo do oeste do Pará, porque nunca saiu daqui para outros cantos do Brasil. Porque, com o seu talento, ele daria show em qualquer lugar do país. Uma vez me perguntaram: Raimundo Gonçalves, Ivaldo Fonseca é o nosso Galvão Bueno? Deixei a modéstia de lado e respondi: Não, o Galvão tem um pouco do nosso Ivaldo Fonseca. Se ele tivesse tido a oportunidade de está na Globo, seria melhor do que o Galvão Bueno. O da Plin Plin dá o seu show particular, a aqueles jogadores, treinadores, que o levam ainda mais para a mídia, e se emociona na transmissão, quando é jogo do Brasil ou do time que é torcedor.

O FORMULA UM INCOMPARÁVEL

O da Rural é mais ético, faz o seu trabalho sem olhar cores, embora possa torcer contra, mas no seu compromisso com o seu público ele é o cara. Não tenho motivos para endeusar o Ivaldo Fonseca. Dou a minha opinião pelo talento do artista no seu trabalho. De onde ele é ? E em que lugar trabalha? Não soma para mim. Soma o que ele faz de bom. Nosso homenageado é dos poucos que já nasceram com o Dom de ser o artista da profissão. É impressionante o números de fãs do grande narrador, por esse interior a fora, até onde a Rádio Rural comanda a sua grande audiência.

ÍDOLO MAIOR

Lembro-me de certos tempos, quando a Rádio Rural fazia muitas excursões pelo planalto ou localidades de Várzea, a atração principal não era aquele jogador convidado, que brilhava no São Raimundo ou São Francisco, nem aquele radialista galã da emissora. Era simplesmente o Formula Um do Rádio sanatreno, Ivaldo Fonseca.  Porque, era artilheiro, o homem que fazia os gols do time? Era o da camisa dez do meio campo? Ou era o Labilá dos radialistas? Não gente! Ele não joga bola, ele não é treinador e muito menos massagista. É o seu talento conquistado humildemente pelos cantos marcantes da potência da Rádio Rural. Marcado com registro da voz inconfundível para todos, no seu bonito trabalho de narração de primeira qualidade.

GRANDE PROFISSIONAL

Em Santarém, reconheço que temos, vários profissionais, que sabem dar muito bem o seu recado no Rádio, como bons narradores esportivos, citaríamos se fosse necessários nomes de alguns talentos consideráveis, mas aqui para nós, o Ivaldo Fonseca é uma referência impar. Ainda há poucos dias, ouvimos um desabafo, que constantemente escutamos, quando um jogo é transmitido pela Rádio Rural, mas com narração dos titulares da emissora local onde está se realizando o jogo fora de Santarém. “Escuta Raimundo Gonçalves, o jogo não foi melhor, porque não foi o Ivaldo Fonseca que narrou. O cara da outra Rádio, não dá vida aos lances do jogo, como ele dá. É um dos inúmeros reconhecimentos de fãs desse bom profissional. Que sacode o peito do torcedor na emoção do perigo de gol ou do gol faturado.

FLAMENGO E SÃO FRANCISCO

Duas paixões dentro do futebol, que Ivaldo Fonseca não esconde de Ninguém. Tem no sangue quente, o fervor destas paixões, às vezes discute quando estão querendo baixar o nível dos seus clubes. Muitas pessoas julgam que ele se aborrece quando é gozado nas derrotas, mas, não é verdade, ele apenas defende com mau humor, aquilo que não é graça para ele, pois são de fatos, suas paixões dentro de campo. Quando usa o seu microfone para transmitir jogos do Flamengo, através de Off Tube ou do São Francisco, ele é ético com seus ouvintes. Você não ouve idolatrando os jogadores do time que torce, só porque é do seu clube. O que faz muito, é cobrar e reclamar daquele que não estar com nada no jogo, se pudesse até trocaria, mas não fala usando o aparelho de trabalho vangloriando seu time. Omite opiniões do esporte e aconchega muitos os seus fãs, buscando neles a sua inspiração, onde estiverem lhe ouvindo. E manda o tiro certeiro do seu amor pelo Futebol: “Eu sou apaixonado pelo futebol, porque meus amigos estão no futebol.”

ÉTICO NO SEU TRABALHO

Um professional, acima de qualquer suspeita. Realiza o seu trabalho, dentro daquilo que o tornou o mais comentado narrador esportivo da nossa região. Com seriedade e talento os lances de perigo são narrados com eficiência e emoção. Os gols são cantados, com certa euforia, como se ali também estivesse um dos torcedores vibrando com o gol marcado, e essa é a sua marca principal, não existe time do coração na hora de trabalhar. Seja qual for o lado, o grito de gol é de um autêntico profissional. Seu curricular é invejável, pela sua carreira de várias narrações, onde conheceu vários craques do Brasil, com repercussão internacional. Conta e fez histórias de grandes astros santarenos, em suas narrações excepcionais, porém, nunca vi se exibindo das suas qualidades, continua simples e humilde, mas seu talento inconfundível continua grande. Hoje reconhecido pelo seu talento, traz no seu peito o reconhecimento de onde trabalha, como o comandante de Programação de Esporte da Rádio Rural. Ivaldo Fonseca é muito família. E nas poucas horas vagas, curte suas razões de vida na terra: Dona Sílvia e os filhos: Susane (23), Artur (21) e Ana Paula (16).

Santarém, 29 de Setembro de 2011.

Raimundo Gonçalves.

Imprimir

3 Comentários para “Homenagem ao radialista Ivaldo Fonseca da Rádio Rural de Santarém”

  1. haroldo fonseca disse:

    parabens primo estou aqui em votuporanga sp porem e com grande orgulho que envio este comentario. precisava falar com voce meu tel. 17.981673759.um grande abraco haroldo de votuporanga

  2. haroldo fonseca disse:

    parabens ivaldo do seu primo aqui de votuporanga meu tel. 17.981673759 um grande abraco.

  3. pra mim não tem ninguem melhor de quer esse homem

Deixe um comentário

Current month ye@r day *