TCM encontra irregularidade na licitação do lixo em Santarém

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) detectou irregularidade na licitação da coleta de lixo em Santarém realizada na gestão do ex-prefeito Alexandre Von (2013-2016). O contrato com a Terraplena é de 2014. Foi um dos mais elevados em termos de cifras fechados pela gestão tucana – quase 41 milhões de reais, ou exatos R$ 40.849. 226,64. Por conta disso, citou o secretário municipal de Infraestrutura à época Edilson Sousa, para explicações em no máximo 30 dias.

Imprimir

Blog do Jeso

O ex-prefeito Alexandre Von cumprimento garis da Terraplena.

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) detectou irregularidade na licitação da coleta de lixo em Santarém realizada na gestão do ex-prefeito Alexandre Von (2013-2016).

Por conta disso, citou o secretário municipal de Infraestrutura à época Edilson Sousa, para explicações em no máximo 30 dias.

O contrato com a Terraplena é de 2014. Foi um dos mais elevados em termos de cifras fechados pela gestão tucana – quase 41 milhões de reais, ou exatos R$ 40.849. 226,64.
RELATOR A licitação chegou a ser questionada na Justiça pela Clean Gestão Ambiental.  A prestação de contas de 2014 da Seminfra tem como relator no TCM o conselheiro Aloísio Chaves.

 

 

 

Leia também:
Ideflor-Bio relança edital de concessão…
Brasil Mineral elege MRN a empresa do ano
Municípios terão viveiros com 300 mil mudas
Febre amarela mata macaco em Rurópolis
Pantera vence e quebra tabu de 10 anos
Controladoria aponta ‘fragilidades’ na…
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *