Recorde na exportação de grãos na CDP

O porto de Santarém, administrado pela Companhia Docas do Pará (CDP) bateu a casa de 1 milhão de toneladas de grãos, principalmente soja, exportados no primeiro semestre deste ano. Foram exatos 1.103.038,972 quilos. Isso representa cerca de 20% a mais do que foi exportado no mesmo período no ano passado. A Cargill é a principal responsável pela exportação de grãos no porto.

Imprimir

Poeira de grãos no embarque no porto da Cargill

SANTARÉM – O porto de Santarém, administrado pela Companhia Docas do Pará (CDP) bateu a casa de 1 milhão de toneladas de grãos, principalmente soja, exportados no primeiro semestre deste ano. Foram exatos 1.103.038,972 quilos. Isso representa cerca de 20% a mais do que foi exportado no mesmo período no ano passado.

Segundo Manoel Nascimento, gerente do porto, a safra de grãos escoada de Mato Grosso pela BR-163 (Santarém-Cuiabá) é a principal responsável por esse crescimento na exportação.

RECORDE A safra nacional de grãos no período 2012/2013 deve chegar a 186,15 milhões de toneladas. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a estimativa de produção é recorde e apresenta crescimento de 12,1% em relação ao período anterior. Esse é o 11º levantamento da companhia, feito entre os dias 22 e 26 de julho.

De acordo com a Conab, o aumento é devido, principalmente, às culturas de soja e milho da segunda safra, com crescimento das áreas cultivadas de 10,7% e 17,6%, respectivamente. A produção de soja aumentou 22,7% (81,46 milhões de toneladas) e a de milho (45,14 milhões de toneladas), 15,4%.

O total de área cultivada é 53,27 milhões de hectares. A cultura de soja ocupa a maior área, com 27,72 milhões de hectares.

A Conab também informou que o estado de São Paulo, responsável por 70% da safra nacional de laranja, terá produção comercial para o ano, na safra 2013/2014, estimada em 296,8 milhões de caixas de 40,8 quilos, sendo que 14,7 milhões de caixas poderão ser de perdas ou de pouca expressão econômica.

As indústrias processadoras de suco vão absorver 252,7 milhões de caixas (85% do total produzido) e as caixas restantes serão destinadas ao mercado in natura. A área plantada é 498,5 mil hectares.

No Triângulo Mineiro a produção estimada é 10,9 milhões de caixas, com perdas previstas em 232,8 mil caixas. São 22,7 mil hectares de área total plantada.

Ainda segundo a Conab, a produção de cana-de-açúcar da safra 2013/2014 deve chegar a 652 milhões de toneladas, com aumento de 10,7% sobre as 588,92 milhões de toneladas do período anterior. (Blog do Jeso e ABr)

 

 

Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *