Morre Graça Gonçalves, aos 67 anos, um dos ícones do colunismo social do Pará

Graça Gonçalves, 67 anos, não resistiu ao câncer ósseo contra o qual lutava, e morreu ontem, 8, por volta das 18h45 em um dos leitos do Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém. Amazonas, em Santarém. Um dos ícones do colunismo social no Pará, ela era a decana dessa área jornalística na região oeste do Pará, tendo iniciado sua carreira há 43 anos. A santarena Maria da Graça de Almeida Gonçalves estava em tratamento contra um câncer ósseo há pouco mais de 30 dias. Esteve internada no hospital da Unimed e, quando o quadro dela se agravou, foi transferida para o HRBA, onde faleceu ontem à tarde.

Imprimir

Portal Jeso Carneiro

Graça Gonçalves cercada pelas amigas Lúcia Melo, Beth e Gisele Alho

Graça Gonçalves, 67 anos, não resistiu ao câncer ósseo contra o qual lutava, e morreu ontem, 8, por volta das 18h45 em um dos leitos do Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém.

Um dos ícones do colunismo social no Pará, ela era a decana dessa área jornalística na região oeste do Pará, tendo iniciado sua carreira há 43 anos.

O corpo da colunista está sendo velado na igreja Matriz de Santarém (N. S. da Conceição), centro da cidade.

O sepultamento da jornalista está previsto para hoje, no cemitério N.S. dos Mártires, às 16h.

A santarena Maria da Graça de Almeida Gonçalves estava em tratamento contra um câncer ósseo há pouco mais de 30 dias. Esteve internada no hospital da Unimed e, quando o quadro dela se agravou, foi transferida para o HRBA, onde faleceu ontem à tarde.

CARREIRA Graça Gonçalves iniciou no colunismo social em 1975. Também se destacou como promotora de grandes eventos sociais – shows e festas.

Escreveu para vários jornais, entre os quais Gazeta de Santarém, A Província do Pará, Diário do Pará e o Jornal de Santarém e Baixo Amazonas, seu último reduto jornalístico.

Era solteira e morava com seus familiares.

 

 

 

Leia também:
Implantação de energia solar atende 2.250…
Operação ‘Pajé Brabo’ combate extração ilegal…
Correios vai fechar 513 agências e demitir mais…
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *