Consórcio Tapajós ganha licitação do terminal hidroviário de Santarém

O terminal será instalado no bairro da Prainha, na área da antiga fábrica da Tecejuta. O consórcio vai receber cerca de 60 milhões de reais (ou exatos R$ 59.884.105,61) pela execução das obras e serviços de engenharia do terminal. Será o segundo maior terminal do Pará, com área construída de 3,6 mil metros quadrados, para atender em média 50 mil passageiros por mês. A nova estrutura portuária vai melhorar as condições de transporte do modal hidroviário não somente em Santarém, mas nos municípios do Baixo Amazonas.

Imprimir

O projeto do terminal de Santarém

Portal Jeso Carneiro

SANTARÉM – O terminal hidroviário de cargas e passageiros de Santarém será construído por um grupo de empresas, denominado Consórcio Tapajós.

O resultado oficial do processo licitatório foi divulgado no último dia 2, pela estatal paraense CPH (Companhia dos Portos e Hidrovias).

O consórcio vai receber cerca de 60 milhões de reais (ou exatos R$ 59.884.105,61) pela execução das obras e serviços de engenharia do terminal.

Será o segundo maior terminal do Pará, com área construída de 3,6 mil metros quadrados, para atender em média 50 mil passageiros por mês.

A nova estrutura portuária vai melhorar as condições de transporte do modal hidroviário não somente em Santarém, mas nos municípios do Baixo Amazonas.

O terminal será instalado no bairro da Prainha, na área da antiga fábrica da Tecejuta.

A área foi desapropriada e repassada pelo município ao estado, por meio de um termo de cooperação técnica assinado entre a prefeitura e o governo, em junho de 2016.

 

 

 

Leia também:
Alcoa repassa R$ 19 milhões para uso…
MPF pede fiscalização urgente contra garimpo…
Governador instala em Santarém o Centro…
São Raimundo vence Cametá por 3 x 2 na…
Prático e imediato de navio são indiciados por…
Imprimir

Deixe um comentário

Current month ye@r day *